NIÑO - O ITALIANINHO

 

(Agradecimentos ao Lucas Neves!)

TIRA 01 - TIRA 02 - TIRA 03



:::: Escrito por Audaci Junior às 23h35
[   ] [ ]




É TRANSMETROPOLITAN, BASTARDOS!

 

TransmetropolitanO jornalista Spider Jerusalem, protagonista do quadrinho TRANSMETROPOLITAN, não é Ben Urich, muito menos Clark Kent. Escrita por Warren Ellis (Panetary, Frequência Global) e com arte de Darick Robertson (Fury, Wolverine), a história passa-se num futuro cyberpunk onde uma metrópole é denominada apenas como A Cidade.

Apesar dos avanços tecnológicos deste mundo vindouro, como a manipulação genética, criogenia, nanotecnologia e máquinas que se drogam, os motes essenciais são as relações sociais e políticas que regem toda a humanidade.

Ellis, sempre por dentro de todo tipo de referência, não perde tempo de criticar o sistema, a hipocrisia “moral”, a corrupção, a trivialidade sobrevalorizada e tudo que envergonha o mais “politicamente incorreto” na face da Terra.

Não é à toa que tal protagonista lembra muito o polêmico Hunter S. Thompson (1937-2005), autor de Medo e Delírio em Las Vegas (Conrad) e precursor do Jornalismo Gonzo. Esse estilo consiste não distinguir entre autor e sujeito ("gonzo" é uma gíria irlandesa para designar o último homem de pé após uma competição de bebedeira). A escrita e o comportamento extravagante de Jerusalem foram herdados de Thompson.

Hunter S. Thompson 

Em TRANSMETROPOLITAN o verborrágico jornalista estava há cinco anos afastado do caos da cidade grande, vivendo isolado no alto de uma montanha. Misantropo, ele não conseguiu se livrar da fama por escrever seus best-sellers Acenando e Afundando e Tiro na Cara.

Jerusalem e suas assistentesPor desrespeito de uma cláusula contratual, Spider Jerusalem volta para escrever sua coluna no jornal The Word (com o sugestivo nome de Eu Odeio Isso Aqui*), além de mais um livro sobre as eleições locais (Foi neste arco, O Ano do Bastardo, que parou sua publicação em terras tupiniquins).

TRANSMET fazia parte da Helix, HQs de ficção científica da DC Comics. Depois de um ano o selo foi cancelado e a série migrou para Vertigo, a linha adulta da editora. Originalmente teve 60 revistas, posteriormente encadernadas em 10 volumes.

No Brasil, o primeiro arco (De volta às ruas, em 3 edições) foi lançado em 1999 pela Metal Pesado/Tudo em Quadrinhos e foi dado continuidade em 2002 pela Brainstore até o número 18 original.

Já faz sete anos que TRANSMETROPOLITAN não é publicado por aqui. Atualmente quem detém os direitos da obra é a Editora Panini e recentemente divulgou o lançamento do volume 1 em breve. Uma ótima notícia!

Para quem aprecia a escrita de Ellis só nos resta expressar em fóruns, redes sociais e sites o quanto é importante a continuidade desta série empolgante, cáustica e inteligente.

Agora, como dizia o Spider Jerusalem em sua coluna, CAIAM FORA!

Spider Jerusalem

(*) O nome e design deste blog é por causa de TRANSMETROPOLITAN

Texto originalmente publicado no portal Quadrinho.Com



:::: Escrito por Audaci Junior às 23h32
[   ] [ ]


[ página principal ] [ ver os escarros anteriores ]


 
:::: CUSPIDAS!

:::: REMINISCÊNCIAS!

:::: PRA CAIR FORA!








































































:::: LINKAR O BANNER!

:::: ESCARRÔMETRO!
  Dê uma nota pro blog


O que é isto?!